Neuromarketing | Conhecer os caminhos da mente vai ajudar nas vendas!

Neuromarketing

Muito discutido atualmente com as mudanças no mundo do Marketing e da Comunicação, o Neuromarketing é um conceito criado pelo cientista Ale Smidts, com o objetivo de compreender a resposta neurológica de ações de marketing no comportamento do consumidor. Essa ideia visa simultaneamente entender melhor o público-alvo e criar campanhas mais eficientes.

Este não é, entretanto, um campo novo no mercado. Há décadas o mundo digital utiliza esta ferramenta. O ideal do Neuromarketing é desenvolvido a partir de três elementos principais: por meio da Neurociência, é possível compreender o pensamento humano; já a Psicologia explica como são os comportamentos mentais do seu cliente; por fim, o Marketing é responsável por auxiliar na estratégia, a fim de, efetivamente, satisfazer as necessidades e preferências do seu público-alvo.

O conceito busca, portanto, mapear os melhores caminhos para chegar até seu cliente, utilizando ações que impactem o pensamento e estimulem o consumo, proporcionando uma experiência de compra ainda melhor.

O Neuromaketing visa conhecer caminhos que provocarão reações que possam impulsionar a compra. Entendendo o caminho do comportamento do cliente, a marca pode aplicar técnicas específicas para melhorar e, até mesmo, criar novos produtos e/ou serviços que atendam às demandas do segmento em questão. Nesta área, o elemento emocional é o principal condutor da decisão de consumo.

Mas afinal: como e onde se aplica o Neuromarketing?

Sabemos que o conceito é interessante, mas que ainda gera muitas dúvidas. Para te ajudar a entender na prática listamos, neste capítulo do eBook da Mindy Comunicação, três formas de aplicar o Neuromarketing na prática.

Storytelling:
Cada vez mais, o uso de narrativas que emocionam o cliente é uma ferramenta que influencia também na jornada de compra. Essas histórias, que visam envolver o consumidor com histórias e relatos, levando-o a se identificar com a marca, são chamadas de storytelling. Essa é uma das táticas utilizadas no Neuromarketing.

Imagens impactantes:
Sim: é verdade que muitas vezes as imagens dizem mais que mil palavras. Este princípio relacionado ao Neuromarketing visa lembrar que elementos visuais atraem e causam impacto positivo nas pessoas, aumentando o poder de persuasão. Isso se aplica, por exemplo, às redes sociais, por meio das quais é possível sintetizar conceitos em imagens bem trabalhadas.

Neuromarketing na construção do seu site:
O website é hoje um cartão de visitas muito mais importante do que qualquer material impresso. O Neuromarketing pode fazer parte da elaboração e na otimização do seu site, por meio de cores, que têm impacto na decisão do consumidor, e por meio de gatilhos chamativos, que podem influenciar a decisão de compra.

Neuromarketing não é modismo!
Muito além de uma simples tendência, o Neuromarketing é um conceito fruto de um estudo sério, que visa se utilizar de técnicas para entender o perfil e os anseios do público-alvo, determinando estratégias com foco em conquistá-lo; direcionando suas decisões de compra e promovendo conversões.

Redação Mindy

Baixe agora todo o conteúdo do nosso novo ebook!

Rolar para cima