O que é Inbound Marketing?

Inbound Marketing

O Inbound Marketing,  teoria desenvolvida dentro do Marketing Digital, começou a viralizar em meados de 2009. Seu modelo de posicionamento apresenta um tipo de abordagem ao cliente diferente do tradicional. Fazendo com que o interesse do cliente seja despertado indiretamente.  Mas como?

O Inbound em sua tradução, pode ser definido como marketing de atração. E nada mais é do que um aglomerado de estratégias online, que juntas buscam atingir o público alvo de maneira eficaz, trazendo-os para o site do seu negócio, assim fazendo com que o cliente desperte interesse e venha até a empresa através do conteúdo estratégico criado por um profissional de marketing.

Com essa nova maneira de fazer negócios no mundo digital, as empresas buscam cada vez mais utilizar deste modelo, o que fez com que o mesmo explodisse de vez, desenvolvendo um grande método de trabalho para todos os tipos de negócio. Pois, além da praticidade do cliente vir até a empresa, ela consegue mensurar todo o tipo de ações que o cliente realizar em seu site ou blog, fazendo com que você consiga reajustar suas campanhas para obter um maior ROI.

Porém, nada vem tão fácil. O Inbound Marketing necessita muito trabalho e uma estratégia bem desenvolvida, caso contrário, seu dinheiro pode não ser tão proveitoso quanto seria nas mãos de um bom profissional. É necessário o desenvolvimento de conteúdos relevantes, otimização de dados, e uma boa estrutura da empresa na internet, para criar uma boa imagem, já que essa, na maioria das vezes, será a primeira forma de contato do cliente em potencial. É o que costumo dizer, surpreender para vender!

A metodologia do Inbound é uma maneira totalmente diferente do marketing tradicional, através de etapas, criou um caminho para o cliente (lead) se atraia pela empresa e desperte um interesse pelo produto ou serviço divulgado.

Essas etapas se integram de maneira inteligente e eficaz. Abaixo vou apresentar um mini resumo de cada um desses passos. Assim conseguimos entender melhor o caminho estratégico do lead.

Atrair

O objetivo desta etapa é atrair o público alvo do seu negócio, para que ele conheça e tenha interesse em saber mais sobre seu produto ou serviço. Mas espero que entenda, quantidade não é qualidade, ok? O foco aqui é atrair o máximo possível de clientes em potencial, não qualquer consumidor que nem entenda qual o ramo do seu negócio. Otimizar tempo e custo para gerar melhores resultados.

Algumas maneiras de atrair seu público são:

  • Anúncios Patrocinados: Para sua empresa estar bem posicionada, é necessário conhecer seu público e segmentar anúncios para esta parte da população, assim gerando um maior engajamento e interesse do público. Seja esse anúncio no Google Adwords com palavras chaves adequadas ao seu negócio, ou nas redes sociais como Facebook, Instagram, LinkedIn (aí vai de entender onde seu público mais se encontra). A parte boa deste modelo de trabalho, é a fácil mensuração de resultados e análise de dados de maneira rápida, conseguindo adequar as campanhas para obter um melhor resultado, atingindo as pessoas certas e fazendo com que a empresa cresça.

Hoje, o Brasil é um dos países com maior número de pessoas conectadas no mundo! O que facilita alcançar seu público dentro da internet a cada dia que passa, e também facilita a troca de informações B2C entre os interessados.

  • Blog: Atualmente, o fiel braço direito do Inbound Marketing é a produção de conteúdo relevante, e o blog é uma ferramenta indispensável quando se trata deste assunto. Mas para que haja resultado, é necessário um planejamento de posts, seguindo etapas da jornada de compra que o lead pode estar, assim desenvolvendo um maior interesse, e assim criando um relacionamento e uma interação positiva para o negócio.
  • SEO: O Google processa em média mais de 40.000 consultas de pesquisa a cada segundo, traduzindo mais de 3,5 bilhões de pesquisas diárias e 1,2 trilhões de pesquisas anuais em todo o mundo. – Internet Live Stats

Podemos dizer que cada procura significa uma busca de solucionar um problema. E muitas empresas conseguem aproveitar dessas buscas imediatas, ao trabalhar o SEO de seu site ou blog.  Isso significa que criaram uma relevância maior, fazendo com que automaticamente o Google entendesse seu negócio como algo referência quando as pessoas buscam sobre seu segmento.

O Google considera muitos critérios para dar uma certa relevância para seu site ou não, assim determinando se sua empresa merece estar no topo de busca da ferramenta. Ter um blog bem trabalhado, com artigos de alta relevância para o seu segmento ajuda, por exemplo. Por isso, preste muita atenção nos mínimos detalhes!

Converter

Depois de atrair o cliente, e conquistar a atenção dele, chegou a etapa mais importante da sua jornada, a conversão. Afinal, é de extrema importância que o cliente se converta para se transformar em resultado nas análises e também em venda direta. Esta etapa é onde o cliente em potencial se torna um lead. Ou seja, o cliente disponibiliza alguns dados para que a gente possa enriquecer nosso relacionamento através de materiais ricos, e outros tipos de contato.

Conheça algumas maneiras de conversão que facilitam o trabalho do Inbound Marketing:

  • Landing Pages: Em sua tradução direta, é uma página de captura, o que faz a ligação direta entre a conversão do lead. É uma página onde você deve inserir grande parte das informações de alto valor para que o cliente em potencial se convença a preencher o formulário em questão. Seja dando algum material rico, como e-books, vídeo aulas, packs promocionais, ou descontos em serviços e produtos.

Porém, a landing page funciona bem em razão de alguns fatores implantados como característica principal da página, como: CTA (Call-To-Action), Formulários, Headline (Título), entre outras configurações de SEO e Otimização. Com esses fatores, a mensuração de conversão e a estratégia utilizada, conseguimos ter uma base da porcentagem de erros e acertos da nossa página de captura.

Relacionar

Após a conversão do novo lead, é importante manter um relacionamento para conquistar a fidelização do mesmo, assim o cliente se torna o defensor da sua marca de acordo com o tempo. E existem algumas maneiras principais que você consegue se relacionar através do digital, entre elas:

  • E-mail Marketing: Apesar de muitos acreditarem que o e-mail marketing vem sendo um peso na comunicação, podemos dizer totalmente o contrário, ele é um fiel companheiro do Inbound marketing. É o e-mail marketing que consegue obter a maior taxa de respostas em um relacionamento desenvolvido para B2C. Nele conseguimos acompanhar a taxa de abertura, cliques, descadastros, entre outros. Fora também que o custo do meio de relacionamento é mais baixo que todos os outros já apresentado, o que tem feito este meio crescer cada vez mais no digital.

Os dois tipos mais comuns utilizados hoje no mercado são: o E-mail Promocional e a Newsletter.

  • Automação de Marketing: Quando se trata de modernidade, falamos de automação, seja em qualquer ramo de atuação, no marketing não é diferente. A automação de marketing veio para revolucionar o mercado digital.

Esse modelo de relacionamento vai de acordo com a ação do lead. O profissional programa qual melhor conteúdo para ele receber a partir do que o cliente faz dentro do site. Assim, consegue estar sempre atualizado com a busca de soluções dos leads, estando presente em todos as decisões importantes na jornada de compra.

Este modelo bem trabalhado e bem configurado, faz com que o custo do lead se torne menor, o número de vendas aumente e a empresa melhore a retenção dos clientes já cadastrados. Modernidade e praticidade, tudo o que as empresas precisam hoje.

Logo após essa fase, entramos no final da jornada, onde o cliente já está na fase final da decisão de sua compra. A próxima fase é a Venda, que pode ser realizado dentro do site trabalhado, ou via telefone, caso a venda seja um pouco mais direta. O cliente já sabe o que quer, como quer, e quais as qualidades do seu produto, assim tornando a venda mais fácil, e prática. O último passo é Analisar, toda a campanha, e os números que foram gerados de acordo com o tempo que foi separado para essa estratégia.

Lembre-se! Muitas vezes a estratégia de uma campanha para outra pode mudar! Então esteja sempre acompanhando especialistas em Inbound marketing para ter bons resultados e baixos custos! Fora que estes especialistas podem dar dicas, ou ajudar no lançamento de novas campanhas dentro do digital!

Briefing

O briefing é fundamental para entendermos qual é a necessidade do cliente. Nesta etapa levantamos todas as questões que serão importantes para o desenvolvimento da marca. Não tem como a agência criar uma marca que encante o cliente e crie uma conexão forte com o público, sem saber exatamente tudo o que ela quer passar.

Aqui na Mindy Comunicação, temos um documento próprio onde coletamos todas as informações do cliente. Podemos fazer esta coleta de informações por email, chamada ou WhatsAPP. O importante é ter as informações necessárias para a criação fazer um bom trabalho.

No Briefing a gente vai levantar as informações mais relevantes. Qual o segmento principal de atuação (core business), quais são os serviços e produtos que a empresa oferece (mix), qual a história da empresa, quais são os elementos e cores que devem compor o logotipo, e por aí vai!

Esta etapa garante a direção da criação. 

Coletado o briefing, vamos para a etapa seguinte, o famoso e querido: Brainstorm!

Brainstorm

O Brainstorm, como o próprio nome já diz, é uma tempestade de ideias. Agora, é a hora da equipe se reunir para entender o briefing e dar o máximo de ideias possíveis para chegarmos a um caminho. 

Seja para o processo de Namming (desenvolvimento de nome) ou para o Logotipo, é a hora de sermos criativos.

Após a tempestade de ideias, é interessante se desconectar do job por um tempo, pois quando voltarmos para ver, conseguiremos dar aquela peneirada nas melhores ideias, e descartar as que não fazem sentido.

Logotipo

Após o brainstorm, chegou a hora mais esperada de todo designer: a criação do logotipo! – ÓHHH! (leia em tons de ópera). Com o briefing alinhado, é hora de botar as ideias no papel ou então direto na tela do computador. Buscar referências, pesquisar a concorrência, salvar as imagens que mais se alinham com o briefing. E agora? Corel? Ilustrator? Na realidade tanto faz! O importante é ser desenvolvido em vetor. Aqui na agência utilizamos o Ilustrator, já que a Adobe possui diversos programas que conversam entre si como o Photoshop, Indesign, Premiere, After Effects, etc… We love Adobe! (Patrocina nóis, Adobe!)

Começar pela fonte ou pelo logotipo? Depende. Eu gosto de começar pelas fontes, pois já dá uma ideia bem norteadora da marca. Fica mais palpável. Porém, não tem uma regra para isto. Brincar com as cores e elementos que foram coletados no briefing é fundamental. Fazer testes. Nestes momentos é que a criatividade aflora, na conexão de elementos que fazem lógica. A marca começa a dar a cara.

Aqui na agência, costumamos apresentar de 02 a 03 opções de logotipo, a não ser que de cara a gente já se apaixone por uma opção única! Criamos as opções com mais de um designer, pois assim temos mais visões do mesmo trabalho. 

Chegou a grande hora! 

Marcada a reunião de apresentação do logotipo, é hora de preparar uma apresentação com as opções que temos. 

Costumamos imprimir as opções para facilitar a decisão. 

Se a decisão não for tomada na hora, aguardar um tempo para digerir a ideia. 

Logo aprovado!? Vamos para a identidade visual.

Cartão de Visitas

O primeiro material a ser desenvolvido após o Logotipo é o famoso cartão de visitas. Temos dois formatos: o digital e o impresso. Para encontros rápidos um cartão impresso pode salvar seu negócio. Utilizamos os dois modelos. Os valores variam de acordo com a gramatura do papel, o corte, acabamento e outros fatores. Você pode escolher uma gráfica local e também tem a opção de gráficas online. Normalmente utiliza-se o logotipo na frente e as informações pessoais e comerciais na parte de trás do cartão de visitas.

A visualização no mockup valoriza a apresentação!

Papel Timbrado

O papel timbrado serve para identificar a sua empresa em documentos impressos e digitais. Além de valorizar a sua marca, ele vai informar os dados da sua empresa de maneira prática. 

É possível imprimir em gráfica com melhores acabamentos, ou ser em impressoras convencionais. E principalmente, fazer o uso dele no seu documento em nuvens. Utilizamos o Word via Google Drive.

Template

O template é muito utilizado para apresentações comerciais (PDF, Power Point) para identificar a empresa. É uma maneira prática e profissional de apresentar resultados, fazer prospecções comerciais e  apresentar palestras.

Assinatura de Email

A assinatura de email é indispensável para sua comunicação. Ela deve ser limpa e com as informações do seu negócio. Não é necessário fazer uma assinatura gigantesca para impactar quem está recebendo seu email. Pelo contrário, após muita troca de email, sua imagem se torna cansativa. Less is more. Nós gostamos da simplicidade em assinaturas de email.

Manual da Marca

O manual indica como sua marca deve ser usada. Nele, vai conter o link para download dos seus logotipos, as diversas aplicações dele, o pantone das cores, as fontes e outras informações que padronizem a sua marca. Ele garante que sua marca deve ser usada da maneira correta. Existem diversos tipos de manuais, uns mais simples, outros mais complexos. O importante é ele garantir as aplicações básicas da marca.

Personagem

O personagem é aquele carinha que humaniza a sua marca. Cria uma aproximação com o público e vira o seu porta voz. Temos diversas referências famosas como o Ronald MacDonald, o Coelho da Duracell e a Lu do Magazine Luiza, que tem até um canal no Youtube com milhões de visualizações. 

___

Estes são alguns  dos itens básicos para a criação de uma marca. Também temos a etapa do registro em marcas e patentes. Com a marca pronta, agora é hora trabalhar o marketing, conquistar clientes e fortalecer ela cada vez mais.

Se ficou algumas dúvida, entre em contato pelo email contato@mindy.com.br e teremos muito prazer em atendê-los.

Rennan Saccoman

Oi, eu sou o Renan! Iniciei minha carreira como freelancer na área de design gráfico! Trabalhei em algumas agências em que sou muito grato pelo que aprendi, e hoje vivo o meu sonho, sendo CEO da Mindy Comunicação

Baixe agora todo o conteúdo do nosso novo ebook!

Rolar para cima