A importância do planejamento de Marketing Digital

Materiais Ebook Marketing Digital

Compreender o Marketing Digital, conjunto de estratégias de comunicação integrada voltadas para a promoção de uma marca na internet, vai muito além aprender seus conceitos. Para elaborar um planejamento, é preciso entender as melhores formas de impactar o cliente, entendendo que todas se completam, mas com a consciência de que cada vertente funciona de uma maneira diferente. Quando todos os canais estiverem alinhados e trabalhando em função do mesmo objetivo, o planejamento estará apto a oferecer resultados melhores e a reduzir os ruídos. Antes de colocar as ações em prática, você sabe qual é a importância de delinear determinados aspectos neste campo?

De acordo com o Relatório Think With Google, 63% das experiências de compra começam na internet, levando em consideração não apenas os resultados de lojas online, mas também das físicas, que são impactadas por pesquisas prévias.

Pois é: não restam dúvidas de que sua empresa precisa fazer parte do mundo digital para que as pessoas possam conhecer seus produtos e serviços.

Antes de investir em qualquer braço do Marketing Digital, seu planejamento deve ser traçado com cautela e, acima de tudo, com estratégia. Sua importância começa pela capacidade de desenvolver ações e previsões responsáveis, que podem influenciar diretamente no crescimento das vendas. Avaliando quais são os recursos disponíveis e os objetivos internos da sua empresa dentro do segmento, é possível viabilizar um passo a passo para atingir o público-alvo.

Também faz parte deste processo o entendimento sobre o perfil de consumidor, traçado por meio de um diagnóstico preciso sobre suas necessidades e hábitos. No caso das mídias sociais, por exemplo, o perfil possibilita estreitar a proximidade entre a marca e o comprador. Segundo pesquisa da Cision, referência em análises no setor de comunicação, 84% dos compradores esperam que as marcas desenvolvam conteúdos divertidos e que proponham soluções para seus problemas.

Além de ser uma questão importante na gestão do negócio, um bom delineamento de Marketing Digital auxilia a determinar os custos necessários para poupar prejuízos financeiros, a fim de estabelecer o monitoramento das decisões, e a visualizar possíveis mudanças por melhorias. Abaixo, a Mindy Marketing listou pontos essenciais para um bom planejamento. Confira:

Análise do setor

Entender a concorrência

Entender o público alvo

Conteúdo estratégico

Feedback rápido

Valores

1. Análise do setor ou do mercado

Seu setor está em crescimento neste momento? Se sim, este ponto é, com certeza, um diferencial para o seu negócio. Neste caso, a estratégia seria diferente, por exemplo, de um setor já maduro ou em declínio.

2. Entenda sua concorrência

Identificar quem são seus concorrentes é também essencial para o planejamento de Marketing Digital. É preciso ir além e entender pontos como o posicionamento destas empresas, as estratégias e como está a imagem delas para os clientes.

3. Entenda seu público-alvo

Parece simples, mas não é. Entender com quem você está falando diz muito sobre sua comunicação. Muitas empresas ainda trabalham sem ter uma visão clara de quem é, de fato, seu cliente. Essa visão guia todo o planejamento de mídia e comunicação. Sem isso, seus resultados estarão diretamente comprometidos.

4. Conteúdo estratégico

Na era da influência, o desejo por determinado produto ou serviço é estimulado fortemente pelas mensagens presentes em todas as redes. Se antes a televisão e os banners disparavam propagandas, atualmente as postagens e até mesmo os comunicados personalizados fazem parte desse estímulo ao consumo. Em meio à concorrência, a originalidade e a efetividade da comunicação são primordiais para chamar a atenção e convencer pela credibilidade.

5. Feedback rápido

Diferente das ações em outros tipos de canais, como os televisivos, panfletos e cartazes, o Marketing Digital permite uma proximidade sem precedentes com as pessoas. Entre avaliações, comentários e indicações para amigos e colegas, tudo está na web, sendo compartilhado o tempo todo. Uma reclamação ou um elogio podem virar métrica para continuar ou mudar alguma tática nos outros setores, como atendimento ou logística.

6. Valores

Você já questionou qual é o seu principal diferencial? Esse retorno mais rápido proporcionado pelo avanço da tecnologia, ampliou a conexão entre as marcas e clientes. Muitos querem adquirir algo não apenas pelo valor de uso, mas também pelo posicionamento da empresa. A personalidade de uma marca conta e é claramente exaltada por suas ações. Mostrar as preocupações e expressar as principais características é, hoje, essencial. Assim, são gerados pontos de identificação e de confiança. Isso pode, a longo prazo, afunilar a fidelidade do consumidor, que estará cada vez mais disposto a falar sobre seu trabalho com entusiasmo.

“Comunicação Integrada é o uso de diversas ferramentas promocionais, incluindo propaganda, de modo coordenado para criar e manter a conscientização, identidade e preferência de marca.”

(O’Guinn, Allen, Semenik)

Você sabe a importância da Identidade Visual e da Marca?

Materiais Ebook Marketing Digital

A marca é um símbolo importantíssimo que tem o objetivo de apresentar seu diferencial ao mercado, facilitando a identificação e destacando sua empresa. Sua construção se dá por meio de muita pesquisa e entendimento do público-alvo, que deverá entender e se identificar com as imagens criadas.

A caracterização da marca, por sua vez, é um produto da construção da identidade visual, um conjunto de elementos como paleta de cores, nome, padrões, tipografia, ícones e texturas. Ela não só resulta no logotipo, mas também direciona a comunicação em geral. Sua identidade visual estará representada na estética do site, em uniformes (se for o caso), em material de divulgação e todos os outros pontos de contato com o cliente.

Se elaborada da forma correta, sua marca jamais será um desenho com significados aleatórios: esse processo envolve análises, o estudo de posicionamento e gerenciamento para verificar as possibilidades de chegar até o consumidor em potencial. Em um momento no qual a informação é dissipada com muita facilidade na web, todos estão cada vez mais seletivos e prestam atenção em apenas algumas mensagens. Por esta razão, pensar no impacto e na qualidade dessa ação, que está relacionada ao Marketing e à Comunicação, é extremamente importante.

Resumidamente, a marca é o resultado do desenvolvimento de uma identidade visual a partir de aspectos gráficos visuais e estratégias para levar essas representações aos consumidores. Sendo assim, também pode ser entendida como uma referência de valores, experiências e percepções, influenciando diretamente na avaliação de produtos e serviços.

Pense no seguinte cenário: diversas lojas vendem os mesmos artigos, mas o que faz alguém ter certa preferência por determinado estabelecimento? O cliente pode se encantar com o atendimento, com a variedade de itens, com promoções e preços mais baixos, entre outros fatores. Independentemente do benefício observado, ele será associado à marca, inclusive quando o comprador elogia ou estimula outros a comprarem no mesmo lugar.

A identidade visual, de forma geral, é a expressão da personalidade do seu negócio, reunindo os valores responsáveis por sintetizar ideias. O reforço da sua marca pode ser a criação de um mascote, por exemplo, humanizando a linguagem. Cores mais frias, por outro lado, geralmente são adotadas por instituições que desejam transmitir seriedade. Tudo é pensado para ressaltar a originalidade, o diferencial em relação aos concorrentes e, além disso, proporciona alguns aspectos de confiança para os consumidores. Veja alguns deles abaixo:

1. Credibilidade:

Um logo bem elaborado, chamativo e condizente com as expectativas do empreendimento passa confiança e é imprescindível para fechar bons contratos ou atrair novos clientes.

2. Sua marca gera valor:

Sabe aquele produto caríssimo, desejado pelo status intrínseco à marca? A verdade, muitas vezes, é que a margem de lucro pode aumentar bastante de acordo com seu prestígio. Isso explica por que algumas empresas trabalham apenas licenciando sua identidade para outras fábricas.

3. Reconhecimento:

Talvez seja o fator mais óbvio, mas não deixa de ser menos importante. Lembre-se sempre: para ser lembrado, é preciso ser visto. Investir em embalagens personalizadas, adequar a linguagem nas mídias sociais e outros esforços ao deixar o DNA do seu trabalho exposto, são táticas indispensáveis para garantir visibilidade e alcançar resultados financeiros.

Alguém pode copiar a minha marca?

Se a sua empresa é reconhecida, todo cuidado é pouco: nunca se sabe quando alguém de má índole pode tentar usar seu nome para se beneficiar, na tentativa de ter a mesma credibilidade que você conquistou. Para evitar que isso aconteça, existe o INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Basta registrar a marca e conferir as condições de proteção.

Dica:

Consulte os especialistas da Mindy Marketing para saber mais sobre o registro da sua marca e evite qualquer problema.

Site e Landing Pages: Qual é a diferença entre eles?

Materiais Ebook Marketing Digital

Certamente você já ouviu falar em Landing Page e ficou confuso para entender as diferenças entre elas e os websites comuns. Você sabe quais são? Se ainda não está familiarizado com o tema, este capítulo do eBook da Mindy Marketing veio exatamente para esclarecer.

Sites

Como consumidor, quantas vezes você já não checou se o site de uma empresa na web parecia confiável, de fato, antes de efetuar uma compra ou marcar algum serviço?

O site é um conjunto de páginas com dados que podem ser encontrados pela internet. O site é um conjunto de páginas com dados que podem ser encontrados pela internet. De acordo com a HootSuite, plataforma de administração para redes sociais, cada pessoa fica em média sete horas navegando na web, pesquisando e comprando. Nos sites estão as notícias, os produtos, o entretenimento e outros tipos de conteúdo.

No meio corporativo, sites institucionais não são novidades. Contudo, cada vez mais esse é um aspecto que gera confiança. Eles são portais seguros e de informações exclusivas sobre as empresas, nos quais os clientes confiam para tirar dúvidas ou, se for o caso, comprar diretamente de você.

Essa capacidade de centralizar referências como endereço, contatos, dúvidas frequentes e, ainda, automatizar vendas quando integrado a um e-commerce, é o que faz do site uma ferramenta importantíssima para o marketing da empresa. De forma geral, a maioria esmagadora dos consumidores já está acostumada a buscar o endereço virtual das marcas que costuma consumir ou de alguma solução que ainda não foi encontrada.

No Brasil, são mais de 134 milhões de usuários na internet, como informa pesquisa recente da TIC Domicílios. Ter um website é potencializar sua visibilidade, além de permitir aprimorar o alcance do conteúdo produzido para captar o público-alvo, hospedando, por exemplo, um blog.

Separamos alguns dos pontos positivos de investir em um website próprio de qualidade. Confira abaixo:

Confiança

Competitividade

Vantagem financeira

1. Confiança:

Com a exposição de vários detalhes sobre o negócio em um mesmo lugar, além de praticidade, um bom site confere transparência e transmite credibilidade ao consumidor.

2. Competitividade:

A boa apresentação do seu site pode resultar em mais vendas, seja pela facilidade para que o cliente possa encontrar o que precisa, ou personalização do atendimento por meio de uma interface intuitiva.

3. Vantagem financeira:

Felizmente, investir em um website elegante, intuitivo e funcional hoje em dia é, por si só, um custo-benefício. Sua implementação pode trazer, até mesmo, economia de recursos financeiros.

E a Landing Page?

A Landing Page, por sua vez, está dentro do site: ela é uma das páginas que citamos acima no conjunto, mas focada em conversão. A LP tem o intuito de fazer com que o visitante realize uma ação, seja comprar algo ou, por exemplo, baixar um eBook. Para isto, o visitante insere alguns dados, como e-mail e nome. Assim, se obtém o que é chamado de “mailing”, ou seja: uma base de contatos pronta para facilitar a comunicação com os leads (consumidores em potencial e pessoas que podem se interessar pelo seu trabalho).

A Landing Page é uma página diferente das demais. Mais chamativa, objetiva e com uma proposta clara, apresentando uma chamada que deve ser convincente e gerar impacto. A tela serve como intermediária para mostrar materiais exclusivos ou oportunidades especiais em troca de informações da sua própria audiência, aumentando as chances de prospecção e ganhos, porque a abordagem se inicia já na abertura.

O site profissional junto com uma Landing Page é um investimento necessário para ganhar mais admiradores no ambiente virtual, escalar ideias e explorar todos os mecanismos que aumentam as possibilidades de contato com o cliente.

Google Ads: Entenda porque os anúncios do Google são um excelente investimento para o seu negócio

Materiais Ebook Marketing Digital

O Google Ads, como o próprio nome diz, é uma plataforma do famoso Google (que há anos não é somente mais um buscador comum na internet). O Ads permite a veiculação de anúncios de produtos, serviços ou sites, possibilitando, entre outros resultados, que o comunicado esteja nas primeiras páginas de pesquisas do serviço de busca.

O sucesso desse produto não aconteceu por acaso: os anúncios do Google Ads, se bem administrados, geram resultados financeiros reais para as empresas, pois alcançam o consumidor no momento crítico de decisão de compras. Porém, não basta apenas “pagar para aparecer em primeiro”: há todo um trabalho de inteligência por trás do algoritmo.

Aqui, além do investimento em valores específicos e pensados no seu negócio, a qualidade da linguagem e o conteúdo gráfico são extremamente importantes, apresentando o segundo fator de relevância para expandir o número de visualizações. Em comparação a outras formas de anunciar e avaliando a sua efetividade, o Google Ads tem um ótimo custo-benefício, principalmente para os pequenos negócios e empreendedores que estão começando suas atividades.

Por meio dos anúncios veiculados a partir do Keyword Planner, planejamento que reúne as famosas palavras-chave, são utilizados os termos mais pesquisados pelas pessoas. Os algoritmos direcionam as propagandas para um público qualificado, ou seja: que de fato se interessa pelo seu trabalho.

Outra vantagem é a capacidade de monitorar o retorno investimento para atrair cada uma das pessoas. É possível controlar, de uma maneira bem clara, os gastos e se, de fato, essas ações surtiram efeito na receita da empresa, ou seja: se o negócio ou projeto passou a ter mais lucro.

Dentro das estratégias de Marketing Digital, desenvolver um planejamento específico para Google Ads é um dos principais passos, atualmente, para alcançar exatamente seu público-alvo, graças à tecnologia que integra o que está sendo procurando com as suas soluções.

Podemos dizer que os anúncios do Google são as pontes mais seguras entre a sua marca e o consumidor, com um grande potencial de retorno e conquista de novos clientes.

Dica da Mindy Marketing:

O preço para usar essa ferramenta pode variar de acordo com inúmeros fatores. Campanhas bem estruturadas, porém, dependem de entendimento profissional (fundamental para alcançar bons resultados). No caso da contratação de uma agência, tenha em mente o seguinte: é preciso que a prestadora de serviços de comunicação e marketing entenda você como cliente em profundidade. Não basta saber as palavras-chave usadas pelo segmento; é preciso entender melhor como o consumidor procura por você. Essa é uma pesquisa muito mais profunda: requer tempo e dedicação.

Saiba como a plataforma Facebook Ads pode alavancar o Marketing Digital da sua empresa

Materiais Ebook Marketing Digital

Você já deve ter ouvido falar sobre Facebook Ads, uma plataforma que permite gerenciar e veicular mídia paga não somente no Facebook, mas também no Instagram. Esse sistema integrado permitirá que uma agência e/ou sua equipe de Marketing, por exemplo, atuem de forma ordenada na estratégia de divulgação da empresa. Por meio de campanhas e de posts patrocinados, a finalidade é impactar o público-alvo assertivamente em duas das redes sociais mais populares entre os brasileiros.

Anos atrás, mostrar o próprio trabalho para as pessoas certas e no tempo ideal parecia impossível, ou exigia esforços, recursos financeiros e de estrutura. Porém, o advento do Marketing Digital dentro das redes sociais veio para romper barreiras físicas.

A ferramenta, se utilizada da maneira correta, é uma das mais eficientes para divulgação, principalmente no caso das micro e pequena empresas. Além do amplo alcance do público usuário das redes sociais, é possível investir na criatividade, por meio de campanhas de qualidade e em diferentes formatos, que não se limitam a textos simples e ‘sem graça’. Escolher a segmentação do público em detalhes permite atingir exatamente as pessoas para quem você deseja mostrar seus serviços ou produtos.

Por esta razão, o Facebook Ads ainda é, atualmente, uma das estratégias mais utilizadas pelo Marketing Digital em todo mundo. Segundo um levantamento da Rock Content, mais de 1 milhão de empresas atualmente investem cerca de 8 milhões de dólares em Ads por ano.

Mas como uma organização pode conseguir destaque em relação à concorrência, de fato, e ainda ter retorno com os anúncios feitos em redes sociais?

Preferências e segmentação

A eficiência dos resultados está diretamente relacionada à seleção das preferências e da segmentação de público. O gestor de tráfego, profissional responsável pela estratégia e por direcionar os investimentos da forma correta, seleciona com muito cuidado, após inúmeros estudos e avaliações.

O sistema encaminha todos os conteúdos e promoções de acordo com o perfil da sua marca, por idade, localização e preferências dos usuários das redes sociais. Isso quer dizer que, a partir dos dados gerados, há um cruzamento de informações para estabelecer corretamente quem irá receber o seu anúncio. Se você vende artigos esportivos, por exemplo, seu conteúdo aparecerá aos fãs de esporte, aumentando as chances de conversão em vendas.

Maneiras de anunciar

A diversidade de anúncios, como citamos acima, é um dos principais benefícios desta vertente do Marketing Digital. Entre as inúmeras possibilidades de divulgação pelo sistema estão: a promoção de uma página no Facebook e/ou perfil no Instagram; a exposição de itens à venda; o direcionamento para o site; a divulgação de um aplicativo, por exemplo; a escolha da localização geográfica. Nesse universo de possibilidades, sua marca ganhará força, chegando em pessoas que ainda não te conhecem.

Usando os mecanismos de impulsionamento, existe a garantia de gerar visibilidade, principalmente no início, momento no qual o crescimento orgânico ainda é um desafio e pode atrasar o crescimento.

O Facebook Ads é uma excelente alternativa de exposição para os empreendedores que necessitam de precisão para atingir seus consumidores, além de facilidade para monitorar e analisar os dados, identificando claramente a conquista de cada centavo investido para aumentar a receita. Quando usado em conjunto com as demais estratégias de Marketing Digital, as chances de aumentar a visibilidade e ampliar contato com futuros admiradores do negócio fica ainda maior.

Conheça alguns dos principais conceitos relacionados ao Facebook Ads

Para finalizar este capítulo do eBook sobre Marketing Digital da Mindy Marketing, separamos, em tópicos alguns dos principais conceitos relacionados ao Facebook Ads. Confira:

– Anúncio ou Ad: estas são as mídias pagas, que possuem um objetivo pré-definido;

– Gerenciador de Negócios: ferramenta do Facebook destinada a reunir todas as informações sobre os anúncios, por meio da qual é possível monitorar, analisar e mensurar os resultados;

– Impressões: as impressões mostram quantas vezes seu anúncio foi exibido;

– Conversões: estas são as ações realizadas pelo usuário, de acordo com o objetivo do anúncio, seja o acesso ao seu site, por exemplo, ou gerar uma venda;

– Impulsionamento e dark post: o impulsionamento é feito diretamente nas publicações já realizadas na sua página ou perfil. Já o dark post, por sua vez, é uma possibilidade de anúncio diferente: ele não fica salvo na página e funciona como uma postagem “fantasma” que está destinada a um público específico e, por diversas razões, não precisa aparecer constantemente na sua timeline.

A importância das Redes Sociais no Marketing Digital

Materiais Ebook Marketing Digital

Ao longo deste eBook da Mindy Marketing, discorremos brevemente sobre como algumas das ferramentas presentes nas redes sociais podem incrementar o seu negócio. Entretanto, qual é a importância delas, efetivamente, para o segmento do Marketing Digital? Como as redes sociais se tornaram, ao longo do tempo, obrigatórias para não só para a divulgação, mas também para incrementar o setor de vendas de uma empresa?

Dentro do Marketing Digital, quando falamos em rede social, descrevemos um dos possíveis ‘braços’ de trabalho. Ele envolve técnicas específicas para os canais que você já conhece e, com certeza, utiliza de alguma forma no cotidiano: Facebook, Instagram, Youtube, LinkedIn e Twitter.

Diariamente, o brasileiro consume em média de 3 a 4 horas do seu dia nas redes sociais. Mas não é somente o alto consumo que faz desse ‘braço’ um investimento tão importante: o diferencial dele está, principalmente, na facilidade da comunicação direta entre marca e consumidor. Existe uma proximidade atualmente que antes do Facebook, o consumidor nunca conheceu.

A eficiência e a agilidade da interação entre empresa e cliente mostram claramente, de uma maneira aberta e consolidada, quais são os valores reais daquela organização. Cada vez mais, inclusive, um cliente consome não apenas a qualidade do produto que irá comprar, mas também todos os detalhes por trás daquela empresa.

Além disto, as redes sociais mostram um grande leque de possibilidades para tornar a marca conhecida para cada vez mais clientes em potencial. Estrategicamente, os compartilhamentos e likes trazem seguidores e curtidas qualificadas para os perfis e páginas da empresa, ampliando as oportunidades de um negócio.

Há muitas atividades que definem o Marketing Digital para redes sociais em 2021, como explica o artigo recentemente divulgado pela Rock Content. Entre elas, estão:

Planejamento

Produção de conteúdo

Interação com o público

Investimento em anúncios

Monitoramento

Otimização da estratégia

Mensuração de resultados

De uma maneira simples, mas muito completa, as redes sociais possibilitam que a empresa mensure os esforços empregados em campanhas promovidas nas redes sociais. As informações contidas em relatórios estatísticos ajudam não apenas a medir os resultados do que já está em andamento, mas também permite que as estratégias sejam reforçadas ou revistas, se necessário.

Alcance

Além da eficiência em alcance orgânico, ou seja, sem investimentos financeiros, a relação do custo-benefício para anúncios em redes sociais, como explorado anteriormente no capítulo 6, permite que os investimentos acompanhem, por exemplo, o momento de uma empresa com o orçamento ainda reduzido.

Você sabe o que é Inbound Marketing?

Materiais Ebook Marketing Digital

De acordo com um dos maiores especialistas e precursor dos conceitos de Marketing, Philip Kotler, conquistar um cliente custa entre 5 a 7 vezes mais do que manter o que você já tem fiel à empresa. Portanto, empenhar-se para ganhar a admiração dos consumidores vai muito além de fortalecer sua marca: é também uma vantagem financeira que visa economizar recursos e, simultaneamente, conquistar divulgação orgânica pelas recomendações dos fãs da sua empresa.

Neste capítulo do eBook da Mindy Marketing, vamos explicar um pouco sobre o que é o tal do Inbound Marketing. Constituído por uma série de estratégias que visa atrair clientes, essa vertente do Marketing Digital começa com a estimulação pelo interesse. Diferente do Marketing tradicional, que oferece produtos e serviços diretamente e com mais agressividade, o Inbound apresenta produtos complementares como divulgação, a fim de conquistar, converter e encantar os clientes. Aqui, o intuito não é apenas conquistar novas vendas, mas fidelizar quem já é cliente.

Entre os principais benefícios de investir no Inbound Marketing estão a possibilidade de alcançar o público correto, estabelecendo um relacionamento cada vez mais próximo com ele e aumentar o poder de persuasão. A empresa não só mensura os resultados em tempo real mas também encurta o ciclo de venda, diminui os custos e, por fim, pode aumentar seu ticket médio.

Todas as técnicas envolvendo suas ações são baseadas no funil de vendas que desenha a jornada do consumidor, ou seja: o caminho percorrido pelas pessoas até a compra do produto ou aquisição de um serviço. Para cada uma dessas etapas, existe um tipo de conteúdo mais adequado, com a ideia de atingir com assertividade o público-alvo desejado. Esse é o ponto que podemos chamar de chave do Inbound Marketing: o desenvolvimento de materiais de impacto na internet.

Se o cliente em potencial ainda não conhece o seu trabalho, essa barreira pode ser quebrada de uma forma sútil, por meio de conteúdos como posts em blogs e/ou nas mídias sociais. Para chamar a atenção e conseguir os contatos de potenciais compradores, por outro lado, a Landing Page (aprenda mais sobre este assunto no capítulo 4) ou o preenchimento de formulários em troca de artigos ou eBooks exclusivos facilita não somente a interação no futuro, mas também o recolhimento de leads qualificados. Os exemplos mostram a vantagem dessa abordagem por camadas.

Como explicado acima, o Inbound Marketing segue essencialmente um funil de 4 etapas que mostra, detalhadamente, a jornada de compra do consumidor. São elas:

Atração
Conversão
Relacionamento
Venda

Veja um resumo abaixo:

1) Na etapa da atração, para conquistar visitantes as técnicas utilizadas são, principalmente, blogposts, SEO, redes sociais e links patrocinados.

2) Já na segunda etapa que visa a conversão e, portanto, a geração de leads para a empresa, as técnicas são principalmente landing pages, e-mails marketing, automação de marketing e outros materiais.

3) Na terceira etapa, que visa gerar oportunidades e estreitar o relacionamento com o cliente, o objetivo é preparar o lead para a compra, com e-mails personalizados e demonostrações, por exemplo.

4) Por último, chegamos à última etapa, que visa conquistar a venda. Aqui, técnicas como newsletters, e-mails marketing e outros canais de comunicação costumam demonstrar eficiência.

A importância do Inbound

Em tradução livre, o termo significa ‘marketing de atração’. No Inbound Marketing, o cliente procura pela empresa, e não o contrário. Esse conteúdo pode ajudar a transformar sua empresa em referência no caso dos assuntos relacionados a seu mercado.

De acordo com um estudo de casos realizado pelo RD Station, trabalhar com Inbound é 62% mais barato do que o Marketing convencional e aborda as pessoas corretas, que estão de fato procurando soluções para seus problemas.

O que é SAC 2.0 e qual a sua importância?

Materiais Ebook Marketing Digital

A importância do Serviço de Atendimento ao Consumidor é incontestável. Conhecido pela sigla SAC, foi ele que, por muitas gerações, sustentou a necessidade das respostas de pedidos, dúvidas, reclamações e sugestões do cliente, sempre da melhor forma possível e de acordo com cada época. Porém, com o passar das décadas, muitas empresas precisaram reinventar a atividade, a fim de resolver problemas burocráticos.

Principalmente devido ao surgimento das redes sociais, o atendimento ao consumidor passou por uma modernização. No Marketing Digital, ele é agora o que costumamos chamar de SAC 2.0, ou seja: um atendimento “turbinado”! Brincadeiras à parte, essa é, basicamente, uma maneira de oferecer atendimento personalizado no ambiente digital e incluindo as redes sociais, mas não se limitando somente a elas.

Interação em tempo real e monitoramento

Entre as principais diferenças entre o SAC 2.0 e o atendimento comum, está a urgência do retorno. A rede social, atualmente, pede a interação em tempo real. O cliente que busca os canais digitais, inclusive, quer ter seu problema resolvido dentro de poucos instantes.

Além disto, o monitoramento constante é essencial, principalmente porque muitas das reclamações põem acontecer, inclusive, em público.

Benefícios de investir no SAC 2.0

Imagine passar horas no telefone para trocar um item com defeito? Provavelmente você não voltaria a comprar na mesma loja. Percebe como é difícil recuperar a confiança de um cliente? As pessoas têm se preocupado cada vez mais com a reputação das marcas, por esta razão, mais de 90% dos compradores online pesquisam a avaliação das empresas no site Reclame Aqui, como aponta um levantamento feito pela própria plataforma.

Se sua empresa pode se beneficiar dos comentários positivos acerca dos produtos e serviços oferecidos, o contrário também pode acontecer. Uma reclamação não atendida nas redes sociais mencionando a empresa pode acabar com a imagem da organização, comprometendo os resultados. Por outro lado, o monitoramento constante por meio do SAC 2.0 pode evitar este tipo de problema.

O atendimento online também elimina vários intermediários e burocracias que ainda existem, como entrar em contato com o fornecedor. Essa facilidade e autonomia ajuda a agilizar o pós-venda e aumenta o nível de satisfação.

Ainda entre as vantagens, a comunicação humanizada com certeza chamará a atenção do consumidor da forma correta. Personalizar a conversa revela acolhimento e predisposição a, de fato, auxiliá-la.

Por fim, a satisfação do cliente com o atendimento garante a fidelização. O SAC 2.0 é uma forma de aproveitar o engajamento das redes sociais para identificar como a marca se posiciona e melhorar, cada dia mais, a relação direta com o consumidor.

Dica de ouro da Mindy Marekting:

Para garantir a eficiência do SAC 2.0, recomendamos, principalmente, que todos os canais de atendimento da sua empresa funcionem de forma integrada e estejam alinhados. Antes de implementar o SAC 2.0, tenha em mente que é necessário ter uma equipe especializada. Não adianta oferecer atendimento via site, rede social e telefone, por exemplo, se cada um deles terá um posicionamento diferente. Lembre-se sempre: todos os setores de comunicação da sua empresa caminham juntos em prol de um único objetivo.

Neuromarketing e o comportamento do consumidor

Materiais Ebook Marketing Digital

Muito discutido atualmente com as mudanças no mundo do Marketing e da Comunicação, o Neuromarketing é um conceito criado pelo cientista Ale Smidts, com o objetivo de compreender a resposta neurológica de ações de marketing no comportamento do consumidor. Essa ideia visa simultaneamente entender melhor o público-alvo e criar campanhas mais eficientes.

Este não é, entretanto, um campo novo no mercado. Há décadas o mundo digital utiliza esta ferramenta. O ideal do Neuromarketing é desenvolvido a partir de três elementos principais: por meio da Neurociência, é possível compreender o pensamento humano; já a Psicologia explica como são os comportamentos mentais do seu cliente; por fim, o Marketing é responsável por auxiliar na estratégia, a fim de, efetivamente, satisfazer as necessidades e preferências do seu público-alvo.

O conceito busca, portanto, mapear os melhores caminhos para chegar até seu cliente, utilizando ações que impactem o pensamento e estimulem o consumo, proporcionando uma experiência de compra ainda melhor.

O Neuromaketing visa conhecer caminhos que provocarão reações que possam impulsionar a compra. Entendendo o caminho do comportamento do cliente, a marca pode aplicar técnicas específicas para melhorar e, até mesmo, criar novos produtos e/ou serviços que atendam às demandas do segmento em questão. Nesta área, o elemento emocional é o principal condutor da decisão de consumo.

Mas afinal: como e onde se aplica o Neuromarketing

Sabemos que o conceito é interessante, mas que ainda gera muitas dúvidas. Para te ajudar a entender na prática listamos, neste capítulo do eBook da Mindy Marketing, três formas de aplicar o Neuromarketing na prática.

Storytelling:

Cada vez mais, o uso de narrativas que emocionam o cliente é uma ferramenta que influencia também na jornada de compra.
Essas histórias, que visam envolver o consumidor com histórias e relatos, levando-o a se identificar com a marca, são chamadas de storytelling. Essa é uma das táticas utilizadas no Neuromarketing.

Imagens impactantes:

Sim: é verdade que muitas vezes as imagens dizem mais que mil palavras. Este princípio relacionado ao Neuromarketing visa lembrar que elementos visuais atraem e causam impacto positivo nas pessoas, aumentando o poder de persuasão. Isso se aplica, por exemplo, às redes sociais, por meio das quais é possível sintetizar conceitos em imagens bem trabalhadas.

Neuromarketing na construção do seu site:

O website é hoje um cartão de visitas muito mais importante do que qualquer material impresso. O Neuromarketing pode fazer parte da elaboração e na otimização do seu site, por meio de cores, que têm impacto na decisão do consumidor, e por meio de gatilhos chamativos, que podem influenciar a decisão de compra.

Neuromarketing não é modismo!

Muito além de uma simples tendência, o Neuromarketing é um conceito fruto de um estudo sério, que visa se utilizar de técnicas para entender o perfil e os anseios do público-alvo, determinando estratégias com foco em conquistá-lo; direcionando suas decisões de compra e promovendo conversões.

O e-mail marketing ainda é uma ferramenta eficiente?

Materiais Ebook Marketing Digital

O e-mail marketing, como o próprio nome diz, é uma estratégia do Marketing Digital que visa utilizar uma mensagem via correio eletrônico como ferramenta de Marketing direto. Toda a comunicação realizada por e-mail entre uma empresa e seus contatos e/ou clientes, com o objetivo de propagar um conteúdo específico, produtos ou promoções é chamada de e-mail marketing. Ele pode conter: imagens, textos e botões específicos, visando sempre direcionar quem recebe para onde você deseja (seu site, por exemplo). Atualmente, de forma geral, essas mensagens são enviadas com uma ferramenta de disparo.

Para que serve o e-mail marketing?

O e-mail marketing é um método desenvolvido para trabalhar com a audiência, ou seja: captar o que chamamos no Marketing Digital de prospects, os clientes em potencial, com o objetivo de transformá-los em um público interessado nos seus produtos e serviços (leads) e, por fim, tornar a marca conhecida e vender ainda mais.

Essa rede de contatos criada com e-mails pode ser adquirida gerando conteúdo de valor ao seu público de interesse, seja ao disponibilizar formulários no site para que a pessoa receba informações exclusivas e promoções, ou oferecendo um material mais completo, como um eBook em troca de dados (como nome e endereço de correio eletrônico). Com a captação desses e-mails, sua empresa terá uma lista qualificada com consumidores que, provavelmente, têm predisposição a aceitar suas ofertas.

É uma prática eficiente para a minha empresa?

O e-mail marketing tem sido uma estratégia usada por muitas empresas que buscam soluções integradas e completas de Marketing Digital completa. De acordo com o FBITS (2020), responsável por criar soluções para lojas online, 61% dos comércios digitais obtêm até 20% do seu faturamento usando esse tipo de divulgação. Segundo a Serasa Experian, o e-mail marketing é o canal que mais gera retorno nesse modelo de negócio, superando qualquer rede social.

Além dos excelentes números, há benefícios incríveis em investir nessa ação para impulsionar a visibilidade do seu trabalho. É possível personalizar as mensagens com mais facilidade, direcionando o e-mail de acordo com a etapa na qual o destinatário se encontra no funil de vendas. Isso aumenta a confiança da pessoa em receber sua proposta, criando uma identificação e maiores chances de criar interesse.

Custo-benefício:

O e-mail marketing traz retorno com segurança financeira. Quando bem utilizado, resulta em ganhos exponenciais permanentes, quando se trata de aumentar a exposição e a reputação na internet. Entre milhares de concorrentes, você precisa ser lembrado pelos clientes. É por isso que 46,3% das empresas brasileiras seguem apostando nessa ferramenta para expandir seu crescimento, como aponta o relatório da Content Trends (2019).

Alto grau no ponto de contato e entregabilidade:

Diferente de outros modelos de anúncios e demais estratégias orgânicas para atrair olhares, uma das maiores vantagens de um e-mail marketing é a garantia de que grande parte da mídia será direcionada a alguém já ‘conhecido’ pela sua organização, obtendo a possibilidade de mudar a abordagem e pensar em novos conteúdos, até chamar a atenção.

Automatização dos comunicado:

Além de uma técnica, o e-mail marketing também é uma plataforma que usa um banco de dados e automação para determinar cada um dos envios, mantendo a personalização. É possível garantir milhares de disparos simultaneamente, tendo em vista que cada e-mail é enviado com o nome de cada uma das pessoas que vai receber a promoção.

Objetividade e métricas assertivas

Essa tecnologia usada para transferir dados e automatizar a comunicação também permite a elaboração de relatórios, com informações extremamente pontuais, como: quem abriu o e-mail, se houve alguma interação, ou se a pessoa clicou em um link para ser direcionada, obedecendo à chamada para a ação. Todo conhecimento gerado ajuda a monitorar os resultados e estipular indicadores de performance.

Mobile Marketing: o que é e qual a sua importância?

Materiais Ebook Marketing Digital

É impossível falar em Marketing Digital sem considerar ações que impactem os usuários por meio de dispositivos móveis. Cada dia mais, são os celulares que comandam o consumo. De acordo com a pesquisa “Consumo online no Brasil”, realizada em maio deste ano pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) – em parceria com a Offer –, 87% dos brasileiros preferem o celular smartphone para compras online, transformando-o no dispositivo mais utilizado nas compras pela internet em 2021, um avanço de 20 pontos percentuais em relação à pesquisa de 2019.

O que é o Mobile Marketing?

O que chamamos de Mobile Marketing utiliza os dispositivos móveis – como tablet, celular, smartwatch, entre outros aparelhos portáteis – com sistema operacional para criar ações de visibilidade da marca e promoções. Isso é possível porque existem tecnologias específicas, que são responsáveis por potencializar o disparo de mensagens aos clientes em potencial.

O dado da pesquisa acima mostra a importância de se criar pontos de contato por meio da usabilidade móvel. Atualmente, as pessoas usam a internet em diversos contextos, seja no ônibus, dentro do supermercado, ou shopping, por exemplo. Apostar nessa estratégia é garantir maior visibilidade da sua marca e levar os seus produtos e serviços até o consumidor, não importa onde, nem quando.

E-mails, SMS, chatbots, postagens em blog, redes sociais e aplicativos: estes canais de captação também resultam em uma série de experiências para quem os recebe pelo smartphone. Enviar uma oferta exclusiva quando o cliente está próximo da sua loja, por exemplo, pode aumentar as chances de uma venda.

Algumas funcionalidades possibilitam, ainda, a intensificação do olhar do cliente em relação à marca:

GPS
Bluetooth
Leitores de QR Code

– GPS: visa reconhecer fluxos de um determinado perfil de usuário para identificar seus hábitos de consumo, encaminhando conteúdo de acordo com suas atividades, além de informações de valor ligadas ao seu negócio;

– Bluetooth: permite enviar materiais diretamente aos usuários, nesse caso, de forma instantânea, expansiva e direta;

– Leitores de QR Code: usado para direcionar links, acessar banners exclusivos ou reconhecer compradores frequentes, é uma das ferramentas que, atualmente, mais tem feito sucesso dentro das estratégias de Mobile Marketing. Se antes poucos conheciam, agora é natural identificar o código de barras e fazer a sua leitura usando o celular. O QR Code também é útil para desenvolver interatividade, mostrando como usar determinado item, sua composição, entre outras sugestões.

Outro objetivo do Mobile Marketing é garantir que todas informações e plataformas sejam responsivas, ou seja: que seu conteúdo seja de fácil acesso e adaptado para o aparelho portátil em questão, facilitando o acesso e navegação do cliente. Sites inaptos aos celulares, por exemplo, podem fazer com que seu negócio perca vendas.

O Mobile Marketing contempla diversas técnicas envolvendo o Marketing Digital e atua na expansão do alcance de um maior número de pessoas e, também, na segmentação com qualidade, visando reduzir lacunas passíveis de erros.

Saiba mais sobre ‘a tal da’ performance em SEO

Materiais Ebook Marketing Digital

Você com certeza ao menos já ouviu falar em SEO. Mas o que é essa técnica tão comentada nos últimos anos, afinal? SEO, ou Search Engine Optimization significa, na sua tradução literal, ‘Otimização para Mecanismos de Buscas’. Essa prática, que já existe há anos e foi modernizada com o tempo, consiste na aplicação de alguns métodos à produção do conteúdo online. O principal objetivo é aumentar a visibilidade de buscas orgânicas do seu site no maior buscador do mundo: o Google.

A partir dos algoritmos, ou seja, da sequência de dados, é possível identificar as palavras-chave mais utilizadas (em relação ao seu negócio) de acordo com os termos mais pesquisados em buscadores – como o Google – e aplicá-las ao seu site, aumentando as chances de alcance do público-alvo.

Sendo assim, a estratégia está comumente relacionada à metodologia do Marketing de Conteúdo e visa tornar seu negócio cada vez mais conhecido na internet, levando em conta a segmentação do grupo-alvo.

Entenda esse ‘braço do Marketing Digital’ como mais um dos elos existentes de uma ponte, com a finalidade de levar sua mensagem a um grupo de pessoas qualificado (de acordo com suas intenções de venda, por exemplo), transformando-as em prospects, leads e, por fim, em consumidores da marca.

Dados estratégicos

Com o passar do tempo, o entendimento sobre as práticas de SEO no meio digital foi se refinando. Hoje, há inúmeras plataformas que geram dados estratégicos, mostram quais são as melhores palavras, como está o posicionamento do concorrente, tendências no consumo de informação dentro do seu nicho, além de outras inúmeras fontes. Estas, são imprescindíveis para garantir assertividade na aplicação das técnicas.

Etapas e qualidade

O SEO tem o potencial de chegar exatamente até quem realmente tem interesse nos produtos e serviços da sua empresa. Portanto, a implantação, a análise e o acompanhamento são etapas que dependem de fatores como: qualidade e constância na criação de conteúdo, atendendo e superando as expectativas dos receptores.

É importante ressaltar, também, que implementar SEO não é algo simples e rápido: o planejamento acontece a longo prazo, e as práticas podem ser avaliadas, adaptadas e modificadas com o tempo, pois os resultados são mensuráveis. Aqui estão, aliás, duas das principais vantagens neste tipo de trabalho: é possível identificar gargalos e, por fim, implantar melhorias em relação ao investimento.

7 ferramentas de destaque que podem auxiliar no Marketing Digital

Materiais Ebook Marketing Digital

Milhares de informações, tarefas desafiadoras e a exigência por resultados: elaborar uma excelente estratégia de Marketing Digital depende de planejamento. Entretanto, algumas ferramentas disponíveis hoje também podem auxiliar nos processos de expansão do seu negócio na internet.

O tempo é um recurso escasso e dados são indispensáveis atualmente! Por isso, trouxemos alguns dos principais mecanismos que podem ajudar a aumentar a eficiência, como um investimento de alto retorno. Confira 7 recursos de destaque no Marketing Digital para superar a concorrência:

1. O Mailchimp é uma plataforma de e-mail marketing. Nela, é possível automatizar o envio para lista de endereços eletrônicos de leads e prospects, garantindo que a base de contatos receba todas as mensagens e ações promocionais de acordo com a etapa no funil de vendas. O software online permite a personalização e praticidade na divulgação de conteúdo que prioriza um contato mais pessoal com o cliente, disparando milhares de e-mails por vez.

2. RD Station é, sem dúvida alguma, uma das ferramentas mais completas disponíveis no mercado. Voltada para automação, ela fornece dados sobre o desempenho das mídias e site e disponibiliza recursos de SEO, e-mail marketing, criação de landing page, entre outros. Seja para desenvolvimento, aplicação ou monitoramento, no RD Station estão reunidas inúmeras funções em uma só plataforma, e é isso que a torna completa.

3. Semrush é mais um conjunto de várias possibilidades para melhorar o desempenho na criação de conteúdo e automação no Marketing Digital, criando postagens e analisando os perfis nas redes sociais que podem ser comparados aos concorrentes. Nesta ferramenta, o destaque também vai para o plugin SEO, que avalia páginas e recomenda palavras-chave, tags e os assuntos mais promissores para não errar na hora das criações.

4. O intitulado Hotjar mostra como o cliente usa seu site e percebe a experiência proporcionada pelo ambiente virtual da empresa, detalhando o monitoramento do tráfego, quanto tempo ele esteve por lá, os cliques, compartilhamentos e outras ações. Por meio de um cruzamento de dados, relatórios são gerados, da mesma forma que diagnósticos de melhoria. Assim, é possível identificar gargalos no seu negócio e evoluir em relação às táticas já aplicadas.

5. O Figma é um painel interativo para elaborar artes e outros conteúdos de forma gratuita e, também, colaborativa. Com essa ferramenta, design criativo e de qualidade pode ser desenvolvido, por meio de inúmeras interfaces gráficas. O Figma permite a elaboração de resoluções visuais, identidade, e todos os demais componentes de uma marca.

6. Mundialmente conhecido, o Hootsuite aposta na integração entre redes sociais e o seu gerenciamento. Essa plataforma cria soluções e disponibiliza informações exclusivas das suas redes para alcançar constância e resultados no mundo digital.

7. Google Search Console é uma ferramenta, como o próprio nome explica, do próprio Google. Ela realiza a análise de performance de um site por meio de métricas, e permite observar pontos de melhoria junto com as outras ferramentas disponibilizadas pelo Google, como o Google Analytics. Diferente das demais, que focam na automatização de atividades, esses recursos buscam evidenciar os efeitos da sua estratégia, para ajudar na tomada de decisões dentro do Marketing Digital.

Bônus | Marketing de influência: Uma estratégia poderosa

Materiais Ebook Marketing Digital

Alguns anos atrás, a ideia do Marketing de Influência era limitada às grandes marcas, celebridades e famosos. Porém, a democratização das redes sociais mudou o rumo das coisas.

Os influenciadores digitais são, hoje, muito mais do que meras personalidades da internet. O termo se profissionalizou e, com o tempo, eles aprenderam a utilizar estratégias cada vez mais assertivas de divulgação a seu favor, e o melhor: a favor das marcas. Hoje, um post de um influenciador de determinado nicho e alcance de público pode ter muito mais impacto para o seu negócio do que uma publicidade na internet ou na televisão.

Um estudo da Qualibest identificou que 71% dos brasileiros conectados nas redes sociais seguem pelo menos um influenciador digital. Entre eles, 62% afirmaram que possuem um favorito, e 45% já compraram um ou mais produtos por conta da indicação de um deles.

Veja bem: queremos ressaltar aqui que a publicidade não morreu, bem como as estratégias clássicas do Marketing Digital. Porém, o Marketing de Influência ganhou força e visibilidade de uma forma que nem o próprio Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, imaginava no início. Aliás, quando entendeu o ‘boom’ da nova modalidade, ele mesmo ressaltou:

“Pessoas influenciam pessoas. Nada influencia mais do que a recomendação de um amigo. Essa fonte confiável pode influenciar uma pessoa mais do que qualquer tipo de mensagem em qualquer meio tradicional. Um influenciador é o Santo Graal da publicidade“.

(Mark Zuckerberg)

Depois dessa, poderíamos terminar o texto por aqui. Mas a Mindy Marketing separou alguns dados importantes sobre o Marketing de Influência. Então continue com a gente nesse texto para saber um pouco mais.

Classificação de influenciadores digitais

Não existe, até o momento, uma classificação exata, mas os influencers podem ser segmentados nos seguintes grupos:

– Nanoinfluenciadores: que possuem até 10 mil seguidores;

– Microinfluenciador: contam com ao menos 10 mil e no máximo 500 mil;

– Influenciador intermediário: entre 50 mil e 500 mil seguidores;

– Macroinfluenciador: possuem entre 500 mil e 1 milhão de seguidores;

– Megainfluenciador: mais de 1 milhão de seguidores em determinada rede social.

A quantidade de seguidores não é tudo

Investir em Marketing de Influência, entretanto, não significa analisar somente quantidade de seguidores. A estratégia do seu negócio deve ser determinada de acordo com o seu público-alvo, especificamente. Para criar uma conexão com quem compra da sua marca, é necessário analisar mais do que números.

Ajuda a aumentar os leads

Como explicamos, o Marketing de Influência ajuda a atrair um público maior. As ações de influenciadores, portanto, naturalmente geram mais leads para seu negócio.

O influenciador também pode ajudar na jornada de compra

O Marketing de Influência, como outras estratégias, pode ajudar na jornada de compra e ser uma etapa decisória de diversas formas, como descoberta dos seus compradores em potencial, ou como foco na decisão de compra.

Retorno sobre investimento (ROI)

Segundo pesquisa feita pelo SocialChorus, uma campanha de Marketing de Influência pode gerar engajamento até 16 vezes maior do que campanhas de publicidade tradicionais.

Agradecemos a sua leitura e interesse neste assunto! Se tiver alguma dúvida, sugestão, ou até mesmo quiser nos contratar, fique a vontade para entrar em contato conosco!